couve-flor tronco e membros


Elisabete Finger 04.09.06
setembro 20, 2006, 8:25 pm
Filed under: VÍDEO

Elisabete Finger 04.09.06

 Amigos,
terminei o workshop do Pierre Leguillon neste sabado e foi muito muito inspirador, reflexoes e discussoes profundas sobre a “imagem”: produzir uma imagem, portar uma imagem, dar a ver uma imagem, “fazer corpo com uma imagem”….
falamos muito da presença de quem faz a imagem na imagem, e que uma das formas de se fazer presente é assumir o “tremor da camera”, é “fazer corpo com uma imagem” sem maiores artificios… claro que eu adorei isso e achei um otimo discurso para assumir o tremor das minhas imagens.
Pensei a semana toda que a fotografia e o video me interessam mais e mais por partirem de uma mesma reflexao de “composiçao de informaçoes” que a coreografia, tà tudo là: um corte no espaço, uma complexa e apaixonante idéia de tempo, o corpo de quem faz, o corpo de quem vê, o corpo de quem é imagem…  Ontem eu li sobre o trabalho de um artista que pensava a imagem fotografica como uma “coreografia em pausa” ou uma “fotografia em movimento” (o nome do cara é Eduard Levé). Acho que é por ai… se a gente acredita que antes de existir uma dança contemporanea existe um pensamento e um olhar contemporaneo pra dança, e que esse mesmo pensamento e olhar pode organisar um video, entao a gente nao precisa necessariamente filmar uma “dancinha” pra chamar isso de “video-dança”. Também nao quero cair no relativismo absurdo de dizer que “tudo é tudo” e “qualquer coisa é qualquer coisa” e “o amor é cego, Deus é amor, Steve Wonder é Deus…”, mas acredito no potencial da arte e da dança de “falar” num outro canal de sensibilidade, que nao precisa ser necessariamente o “explicitamente rotulado dança”, sei que todo mundo ja sabe disso, mas repito pq faz parte do desenvolvimento da minha linha de raciocinio…
Ainda nao acabei de ler sobre o Aby Warburg, por isso ainda nao rolou o “resumo-traduçao-tabajara”, e como sou leiga no assunto tenho um pouco de medo de me fascinar pelas informaçoes novas, entao quero consultar outras bases…mas ele me fez pensar nessa idéia de “imagem como territorio”, e aqui começo a desenvolver as minhas piras, que acho nao tem nada a ver com as dele. Acontece que re-olhei com muito carinho e atençao todas as imagens que fiz para o video, dentro dessa ideia de “territorios de passagem” e percebi que quase todas sao imagens do vidro da porta ou da janela do metrô, ou trem, reflexos e transparencias que constituem um “territorio” que faz habitar provisoriamente no mesmo plano a pessoa que esta sentada dentro do metro em frente à janela, os canos, cadeiras objetos dentro do metro, os riscos e pixaçoes no vidro, os riscos e pixaçoes nas estaçoes, as pessoas esperando do lado de fora, os cartazes, isso quando tudo nao é redobrado pela presença de um outro metrô que cruza o caminho do primeiro, de onde eu estou fazendo as fotos/videos (e às vezes eu ainda apareço no meio dessa cohabitaçao de imagens)… nao sei se da pra entender, mas é tanta gente, objeto, informaçao, se superpondo e dividindo o mesmo espaço bidimensional, e ao mesmo tempo poroso, permeavel, que eu achei lindo! E por acaso tem mesmo algumas cenas de maos nos canos…Outra familia de imagens é a das escadas rolantes que saem do subsolo do metrô e “entram na cidade”, me lembra a historia do “dentro e fora”, de um “zoom” que chega num outro lugar… Vou escrever mais com o material que eu vou mandar pelo correio.Quero aprofundar essa historia dos “reflexos”, escrever mais, pensar mais, mas fico feliz de ter descoberto isso na pratica, no fazer imagens… talvez esteja perto de um fil que me conduza aqui, mas quero pensar com as meninas um fio comum pra nos 3. Encerro temporariamente o capitulo videoSegue um proximo e-mail sobre a coreografia…Beijinho
Beti

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: