couve-flor tronco e membros


Pílulas de Deslocamento – Este Regalo Es Tuyo – Registro 02
setembro 16, 2006, 8:39 am
Filed under: AÇÕES

Preparar um trabalho e infiltra-lo nos espaços do cotidiano.

Ação em processo de Cristiane Bouger e Couve-flor – arquivo 2

15 de setembro de 2006 

No decorrer da formulação deste trabalho e da construção do que haveria em cada pílula-presente (nome que substitui o termo “objetos-presente”), diversos problemas surgiram na expansão de significações que o projeto abre. Tento discorrer abaixo sobre algumas destas questões…

 Pílulas de Deslocamento. 

Problemática 1: O que há dentro de cada cápsula-presente?

 

Uma palavra que me incomodava neste trabalho era a palavra “objeto”. Criar um “objeto” artístico parecia retroceder uma etapa depois da performance art, além de suscitar internamente a questão de eu não ser uma artista das artes visuais. No primeiro momento imaginei uma composição que integraria fragmentos poéticos e dramatúrgicos, vídeo (DVD), fotografia, colagem, a inclusão de um objeto de consumo com sua nota fiscal anexada….

 

Isso, no entanto, me levava a uma segunda problemática: que questões se tornariam implícitas na relação da arte com os lugares de consumo? Não implicaria esta ação necessariamente numa relação de distribuição de arte? Isso traria um sentido não desejado ao meu trabalho: não se trata de infiltrar ou divulgar o meu trabalho artístico em territórios específicos, mas sim, de estabelecer uma ação que questionasse essa territorialidade específica dos lugares de consumo.

Assim, cheguei à compreensão de que precisaria me concentrar na ação e que o conteúdo da caixa deveria ser uma extensão desta ação em seu aspecto político. O conteúdo passaria a ser portanto, a mercadoria  do lugar onde a caixa seria depositada: se deixo uma cápsula-presente numa prateleira de absorventes de um supermercado, dentro dela haverá, necessariamente, uma caixa de absorvente com a nota fiscal anexada.

No aspecto do conteúdo, encontrar gratuitamente aquilo que precisaria comprar, faz com que o lugar de consumo  ganhe instabilidade. Num caixa eletrônico de banco, o conteúdo da cápsula-presente será uma nota de R$10,00. A câmera do caixa gravará a doação de dinheiro e não o roubo. Uma nova instabilidade se cria.

Cada objeto deverá ser comprado em um lugar diferente e a nota deve ser anexada a cada produto-presente.

 A mudança das etiquetas 

Isso levou a uma mudança fundamental nas etiquetas. Antes uma das opções de etiqueta era “Este objeto de arte é gratuito e foi feito para você”; Com a nova formulação passa a ser: “Este ato artístico agora é seu”.

A pessoa que encontra a cápsula-presente passa agora a ser responsável pelo ato artístico inicial encontrado e não apenas um receptor(a) do presente. A dúbia conotação da frase incita a continuidade da ação.

   Definir Cronograma… 

01. Reunir-se com os couves para a gravação da preparação coletiva das cápsulas-presente e registrar o processo e discussão deste trabalho no coletivo; Definir diretrizes sobre a ação e seu registro; Derivações e questões se abrirão para as etapas seguintes do trabalho que poderão ser redefinidas a partir das experiências iniciais.

 

02. Deixar as cápsulas-presente nos locais mapeados e realizar o registro. Gostaria de deixar e registrar no mínimo 10 cápsulas-presente.

 

03. Preparar os registros para a exibição na FNAC. Preparar uma cápsula-presente para ser deixada na FNAC.

  Roteiro Básico Reformulado:

Entregar os objetos

 

·          Ir aos lugares mapeados para a entrega dos primeiros 10 objetos-presente.

·          Entrar em cada lugar e naturalmente deixar a cápsula-presente na prateleira escolhida. É indicado que as pessoas ao redor não vejam ou percebam a entrega (o foco do trabalho está centrado o encontro entre o vidente e o presente deixado e não no encontro entre o vidente e a artista nem no questionamento sobre a ação da artista deixar a cápsula-presente naquele local).

·          O/a vídeo artista deverá realizar o mesmo itinerário com uma diferença de 15 minutos da entrega da artista e fotografar ou documentar os lugares/prateleiras onde a arte foi deixada, não importando se ela permanece naquele espaço ou não.

·          Não deixar mais do que uma cápsula-presente em cada espaço.

·          Na caixa de cada cápsula-presente será inscrito o e-mail: pilulasdedeslocamento@gmail.com  (a definir)

  Cristiane Bouger      

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: