couve-flor tronco e membros


Preciso começar!!!!
julho 28, 2006, 7:47 pm
Filed under: GERAL, PERFORMANCE

Oi couves,

Quero iniciar Pílulas de Deslocamentona próxima semana….  quero ver as possibilidades de orçamento e realização para começar a produzir  meus presentes.  Encaminharei no final da tarde, via e-mail, o orçamento que tenho. Penso que há algo potencial neste trabalho e que haverão derivações dele, talvez no sentido performático, talvez coreográfico…. não sei… mas sinto internamente que preciso materializá-lo. é urgente pra mim.

Também tenho pensado no lançamento e há algo me incomodando nessa minha proposta de apresentar um trabalho em nossa abertura… parece que de alguma maneira, ainda estou vinculada a um pensamento que não atua na proposta deste projeto… quero dizer com isso, que talvez a questão da territorialidade esteja sim em LIPS, mas de uma maneira  muito pessoal (a questão dos territórios de ausência)… de forma que poderia estar nesse trabalho qualquer outra relação já que a abordagem parece ser (odeio de verdade, dizer isso) temática…. não é esse o caminho…. talvez por isso o trabalho me incomode em sua concepção estética…. será um trabalho lindo, sedutor, mas isso de fato não é suficiente… então, nessa perspectiva, sinto que a idéia de Pílulasé muito mais coerente com as questões de territorialidade porque lida com estas questões em todo o seu processo. não fala sobre isso, é isso…. entendem o que quero dizer? Compartilho isso também porque vejo a importância de ter cuidado com minhas imagens…. quero sim, e muito, fazer um trabalho, mas é preciso um cuidado gigantesco para não ser um trabalho que corresponda somente à minha vaidade (e claro que ela não é fútil, mas há um tempo para encontrar as suas vias de fato) … e há a questão do momento favorável porque é maravilhoso poder viabilizar um trabalho com certa tranquilidade… mas sinto que  talvez este formato de apresentação seja contraditório ao que propomos…. não seria um problema contradizer coisa alguma, se essa subversão nos levasse a um nível diferenciado de relação, se desvendasse uma descoberta…mas tenho questionado se não é um retrocesso….

Não estou colocando-me fora do lançamento não… quero só dizer que talvez eu precise reformular tudo… tudo. ampliar e transversalizar territórios mesmo….  a questão de estar “na linha fronteiriça” da artes não é suficiente para justificar o trabalho… já caducou… desde 1999 meu trabalho está “na linha fronteiriça” da artes…. não posso usar o dinheiro desse prêmio para repetir (de forma atualizada) o que sempre fiz… ou talvez simplesmente não queira. quero descobrir outros lugares…. não sei pra onde estou indo e nem sei se chegarei a um lugar de fato… mas quero compartilhar isso com vocês…

Outra coisa: acho que não devemos postar tudo no blogue…. se é para as pessoas em geral participarem, penso, por exemplo, que questões práticas e burocráticas ou de produção, não precisam constar aqui… confunde e torna o blogue chato de ler…. porque se alguém lê um ou dois e-mails desses, vai achar que é isso…. Penso que aqui devem ser disponibilizadas somente nossas questões processuais de reflexão sobre os processos criativos e de formulação e análise…. o que vocês acham?

Beijos, Cris

Anúncios

4 Comentários so far
Deixe um comentário

Cris, entendo o que você fala sobre o trazer uma idéia das antigas pra dentro desse projeto. Acho que novamente é decisão tua, ver se você encontra entre o trabalho os links e os vínculos necessários. Mas por te conhecer sugiro (não estou afirmando) que talvez isso seja uma via de se esquivar sim. Talvez haja aí um certo receio de colocar isso no mundo sem estar perfeito e brilhando, e realmente a proposta do lançamento é um início de processo.
Quanto a não colocar TUDO no blog, eu me oponho. Acho que tudo é parte do processo, inclusive todos os aspectos burocráticos, administrativos, pessoais. Tudo interfere diretamente na forma de criar e no que se cria. Tudo pode ser bom e pertinente pra quem está lendo. Quem quiser ir direto pras questões teóricas por exemplo, pode clicar ali, selecionar. Mas quem está dialogando com isso pelo menos precisa ter acesso a essa informação.

Comentário por gustavo

Cris, concordo com quase todas as afirmações do Gus e me parece que o que está em jogo é: somos capazes, HOJE de produzir algo que não esteja profundamente conectado com as idéias aqui produzidas? Me parece que não! A unidade complexa que pensamos lá no início começa a se formar: vídeo, ações, discursos… Assim estou convicto de que sua ação terá sim ampla conexão com tudo… No entanto essa decisão é quase só sua. Ou não… Quanto ao blog, penso que eu não conseguiria isolar as coisas: tudo é tudo num processo como esse. Ondfe estão os limites entre burocracias e processos de criação? Especialmente no nosso caso não penso que seja possível tal separação. Assim sendo voto para que TODAS as informações apareçam aqui. bjo.

Comentário por Ricardo

Creio que o que está faltando é ir para ação mesmo Cris. Impossível ter todas as reflexões, pontos de vista e objeções para com o teu trabalho, antes mesmo de começar a produção do LIPS ou do pílulas. O fato é, comece, por mais que os riscos não estejam totalmente calculados. Só assim pode-se refazer os links, separar o que para você seja superficial, etc.
Com relação ao BLOG, concordo com os meninos quando dizem que a posição burocrática interfere no processo. E vou além (para variar). O fato de abrirmos nossas questões burocráticas e de produção, faz com que as pessoas possam ter real noção do trabalho que nós artistas temos até o produto final. Normalmente poucas pessoas em nosso país tem acesso a um projeto deste porte que estamos lidando. E expor esta parte do processo é assumir uma postura política. Onde nada precisa ser “varrido” pra baixo do tapete, nem oculto atrás da coxia do teatro.

Comentário por Stéphany Mattanó

Então, acho que sobre o blog concordo que tudo deve ser publicado mas em sua area especifica para que fique claro o que a pessoa esta lendo e para que seja de livre escolha ler isso ou aquilo. Sobre o lançamento acho que também talvez seja sim uma maneira de se esquivar, mas também deixo clara a opinião do que o pílulas esta bem mais formulado e coerente com a proposta de discussào do projeto do que o lips, pelo menos pra mim. Pelas conversar com a cris e com todos o pílulas ficou bem mais claro e concreto pra mim do que lips. Ainda acho pelo minimo que sei do que seria o lips que existem questões a serem aboradas e talvez aprofundadas. Mas tambem acho que seria escolha sua cris, porque talvez seja legal testa-las no fazer, mas por outro lado colocar toda sua energia para a realizaçao do pilulas tambem tem meu apoio…
é isso por enquanto…

Comentário por Neto Machado




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: