couve-flor tronco e membros


Ação via site – Assinatura acontecimento contexto
julho 24, 2006, 5:36 am
Filed under: AÇÕES, GERAL, REFERÊNCIAS

Gustavo Bitencourt (08.07.06)

Como mencionei na ata, estou começando a esboçar a idéia de uma ação que acontece pelo site. A questão é “o que, de SEU, você tem para doar, de forma IRREVOGÁVEL?”. Pensei em algo assim: a pessoa entra no site, num link específico, e preenche um formulário com nome, endereço no MSN, horários em que está online, idade, e o que ela tem que possa doar de forma irrevogável. Ali também haverá um textinho explicando que estamos abertos a propostas, e que podemos até fazer trocas, mas que toda a negociação vai se dar por MSN.

Assim, a pessoa entra no MSN lá um dia e a gente negocia. Fala por exemplo “eu posso doar, sei lá, as cinzas da minha mãe depois que ela morrer” e aí a gente vai negociando em que termos, para que usos, qual o prazo, qual a finalidade, como será o envio, etc. A partir disso será elaborado um contrato, bem específico e detalhado, que será assinado, em 2 vias, com firma reconhecida, etc. A pessoa também terá que aceitar, já no início, que toda a negociação, bem como o contrato gerado possam ser divulgados tanto pelo site bem como para outros usos na divulgação do projeto. (com exceção, é claro, de dados pessoais – nome, endereço, RG, etc.)

Isso porque a idéia de território me remete diretamente à posse, e é esse aspecto que está me interessando agora. Me interessa questionar o conceito de MEU, SEU, PERTENCIMENTO, DOAÇÃO, COMPRA, VENDA, TROCA. O território do indivíduo versus coletivo.

Isso tudo começou com um capítulo chamado “Assinatura acontecimento contexto” do “Limited Inc.”, do Derrida (http://www.hydra.umn.edu/derrida/sec.html – vou ver se xeroco a versão em português que eu tenho e mando pra todos). Mas aí chega num ponto que eu quero falar com todo mundo, entre parênteses. Acho que a gente tá muito louco para executar e experimentar coisas e está deixando um pouco de lado as referências teóricas. Eu estou me sentindo muito perdido teoricamente, acredito que todos nós estamos, e que a gente está precisando fazer um trabalho SÉRIO de pesquisa de referências.

Estou compartilhando esse começo de idéia aqui, pra que a gente já possa trocar coisas. Falem sobre, sim?

Beijos.

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Então Gustavo, acho que prefiro ler o artigo em português, ok???
Também acho que precisamos nos reforçar teoricamente, confesso a ser esta minha preocupação inicial com o processo criativo do vídeodança também.
E a finalidade destes objetos recebidos será sempre a mesma? Por exemplo: fins artísticos? Ou vai depender do objeto doado? A doação pode ser tempo de trabalho? Como redigir um contrato para cada caso? Não seria melhor conseguir fechar em um contrato padrão de sessão não onerosa (doação) te tal coisa, que preenche na hora?
Mas acho a idéia muito boa, uma antítese ao processo criativo da Cris Bouger, pois ela é que “doa” objetos artísticos para as pessoas. Neste caso, a sua ação é de receber o que as pessoas pretender “doar”. Será que elas doarão o seu melhor? O que tem de melhor, ou que não serve mais? O que passar para frente? O que nós, artistas gostaríamos de deixar para trás (Cris) ou o que as pessoas costumam a deixar para trás (Gustavo) e por quê? Haverá este questionamento?
Acho que é isso
Beijocas
Stéphany Mattanó

Comentário por couveflor

Ok, vc está bem certo…acho uma boa idéia começarmos a trocar referências teóricas para criamos elos de pensamentos semelhantes… Vou ler o texto q indicou. Em anexo envio um texto que comenta “autoria em dança” da Nirvana.
Beijo

Michelle

Comentário por couveflor




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: